NÃO DESANIME

Fabio Faustino


Hoje com Jesus, analisando a passagem da bíblia em Êxodo 15.22-27, percebo que o povo de Israel havia sido resgatado do Egito pelas poderosas mãos de Deus, o capitulo 15 inicia-se com o Louvor e Adoração a Deus pelo livramento, pois nos capítulos anteriores encontramos Deus agindo com o sobrenatural, a ponto de mostrar mesmo na Terra de Faraó, onde o sujeito acreditava ser um “deus”, foi neste episódio que ocorreram as 10 pragas, fazendo que Faraó deixasse o povo sair do Egito, também no capítulo anterior encontramos o Maravilho milagre que aconteceu no Mar, o já ilustrado por tantas Artes a famosa e miraculosa travessia pelo Mar, que se abriu para o povo de Israel passar. E é mediante a esse acontecimento que Moises cantou, Miriã dançou, e o Povo se alegrou, pois agora essa nação caminha rumo à liberdade, caminha rumo ao sonho, caminha rumo à promessa, promessa essa de herdar uma terra, herdar a “terra prometida”, terra que de tão produtiva era conhecida como terra que “mana leite e mel”. Bom temos aqui nos últimos versículos um povo que acaba de presenciar o poder de Deus, porem no versículo 22 vemos o povo saindo do mar e entrando no Deserto, neste Deserto eles percorrem por três longos dias...

...imagino os pés doendo em meio a areia quente...

...imagino a sede que sentiam...

... a água escassa...

Afinal caminhar três dias pelo deserto sem achar água, não me parece agradável.

O versículo 23 diz que “afinal chegaram a Mara (uma cidade), penso que já de longe, quando viram água, os olhos voltaram a brilhar, a esperança renasceu, afinal após três dias de caminhado no deserto, avistar água, é como contemplar o Céu. Beber água é como presenciar o próprio paraíso,

... Sede

... Sede

... Sede

... água

... água

... água,

Imagino com quanta alegria e satisfação pegaram aquela água,

Porem a história diz que foi pura decepção, pois as águas de Mara eram amargas e inapropriadas para beber.

... imagino a frustração,

... lutaram, lutaram, e tudo que alcançaram, foram águas amargas.

... Quando tudo pareceu que seria doce, foi amargo,

... Quando tudo pareceu que seria alegria, transformou-se em uma enorme tristeza.

... Quando parecia que tudo ficaria bom, ai que ficou pior,

Bom, é aqui que escuto Deus, a vida é assim, uma enorme montanha russa, pois quando nos acostumamos com os trilhos do trem, o “trem despenca” e é nessa hora que dá vontade de gritar, chorar, É nessa hora q da vontade de dizer “paraaaaa tudoooo que eu quero desce”.

... o que fazer quando tudo não dá certo??

... os sonhos que não se realizam,

... as oportunidades que nunca aparecem,

... a vida que não melhora nunca,

Apesar dos esforços, é só frustração e decepção.

A “terra prometida” pareceu tão perto, e na verdade está tão longe.

Deus ensinou a Moises o que fazer...

... mostrou a ele um pedaço de madeira (um lenho),

Moises pegou o pedaço de Madeira, jogou na água, e a água tornou-se potável.

É isso mesmo que você ouviu (ou leu) com um pedaço de madeira Deus curou a água.

Com um pedaço de madeira Deus saciou a sede.

Com um pedaço de madeira Deus transformou a Amargura em Doçura.

Com um pedaço de madeira Deus transformou a Tristeza em Alegria.

Deus deseja, que no momento da sua amargura você olhe pro “Madeiro”,

No momento que seus sonhos não se realizarem você olhe pro “Madeiro”,

Quando lutar, lutar e não vencer, Deus te ensina a olhar pro “Madeiro”,

Por que foi num Madeiro (na cruz) que Jesus passou sua maior agonia,

Foi no madeiro que Jesus sentiu sede e ao invés de água lhe deram fel,

Foi no madeiro que Jesus sentiu amargura, desamparo, dor,

Foi no madeiro que Jesus demonstrou o Amor pela humanidade,

Você consegue entender o significado desse Madeiro?

Jesus disse Filhinhos no mundo tereis aflições, mas tendo bom animo, eu venci o mundo,

Você entende? Ele disse “tende bom animo”, ou seja, não desanime.

... não desanime, os sonhos serão realidade,

... não desanime, a vida vai mudar,

... não desanime, seus objetivos serão alcançados,

... não desanime, tudo vai dar certo,

... não desanime.

Quando você entender o “Madeiro” (a Cruz),

Deus também transformara a sua amargura em doçura.

A tristeza dará espaço a Alegria.

Bom pra terminar, depois de caminhar no deserto, depois da amargura em Mara, depois de entender o madeiro, o povo de Israel chegou a Elim, onde havia doze fontes de águas e setenta palmeiras, ou seja, “sombra e água fresca”,

... vou te contar um segredo,

Deus pretende superar as suas expectativas, e quando Ele fizer isso,

Você verá que valeu apena caminhar no deserto, ou passar pela amargura. O que Deus preparou pra você, valerá a caminhada.

... não desanime, prossiga...


Fabio Faustino é Bacharel em Teologia, Mestre em Filosofia Cristã e Doutor em Psicologia Pastoral, exerce seu ministério, pastoreando a Sede nacional da Igreja Cristã Primitiva em Londrina/PR, é apaixonado pela bíblia e seu Autor.

Nenhum Comentario